Professor proíbe crianças de dizerem “Deus” e “Jesus” na sala de aula

Uma carta enviada aos pais de uma turma de alunos do primeiro ano pedia que seus filhos não usassem as palavras “Deus, Jesus e Diabo” na escola, em McCordsville, no estado norte americano de Indiana.

Na carta enviada para a casa dos estudantes na última quarta-feira (23), o professor disse que cinco alunos estavam usando essas palavras na aula, mesmo depois de ter conversado com eles sobre isso.

O professor ainda pediu aos pais para conversarem com seus filhos sobre o uso inapropriado dessas palavras na escola.

“Como a escola primária de McCordsville é uma escola pública, temos muitas religiões e crenças diferentes, e não quero constranger uma criança ou pai pelo uso dessas palavras”, disse a carta. “Se você frequenta a igreja ou discute essas coisas em casa, por favor, tenha uma conversa com seu filho sobre o momento e local apropriados para falar sobre isso”.

Segundo superintendente do colégio, Shane Robbins, o distrito escolar está abordando a questão com a professora. Robbins acredita que a escola deve estar aberta para alunos de diversas origens, mas não têm o direito de interromper sua liberdade de expressão.

“Nessa situação, queremos abraçar todos os nossos alunos de diferentes origens. Mas, no final das contas, eles têm liberdade para se expressar, desde que não sejam perturbadoras para o ambiente”, disse Robbins.

A política do conselho escolar afirma que, por ser uma escola pública, o distrito não pode “inibir” quaisquer observações religiosas, conforme avaliou Robbins.

 

Fonte: Guiame